Black Friday 2023: 5 Insights para as suas companhas de marketing

A contagem regressiva para a Black Friday 2023 já começou, e com ela, a oportunidade de impulsionar o seu negócio! Neste artigo, destacamos os principais insights para te manter atualizado!

A contagem regressiva para a Black Friday 2023 já começou, e com ela, a oportunidade de impulsionar o seu negócio! Como todo lojista sabe, esta é uma data que gera entusiasmo e também envolve muito trabalho. Se você ainda não começou a planejar suas estratégias ou está indeciso sobre mergulhar de cabeça nessa jornada, este artigo é para você!

Todo ano, o Google encomenda uma pesquisa para analisar e prever o comportamento do consumidor na Black Friday. Neste artigo, destacamos os principais insights para mantê-lo atualizado e que farão a diferença em sua estratégia de vendas.

Black Friday 2023

Consumidor está mais maduro e disposto a gastar mais

O Google já nos deu algumas pistas do que esperar para esse grande evento de compras. À medida que a confiança dos consumidores se recupera após a pandemia, as buscas relacionadas à Black Friday já estão 24% maiores em comparação com o ano passado. Isso sinaliza que os brasileiros estão mais dispostos a fazer compras durante esse período, o que significa que os lojistas têm uma oportunidade única de diversificar suas campanhas para impulsionar as conversões de vendas.

“Vemos finalmente sinais positivos. Inflação controlada, dólar operando abaixo de R$ 5 e até o mais recente corte da Selic. Do lado do consumidor, metade deles está acreditando numa melhora da economia e 70% acreditando na melhora do seu poder de compra. E isso abre portas para todas as oportunidades que o varejo vai ter nessa temporada”, destacou Garcia.

 

  • 67% pretende comprar na Black Friday em 2023, um aumento em relação aos 48% em 2022.
  • A jornada de consumo amadureceu. Hoje, eles pesquisam mais e por mais tempo antes de realizarem uma compra na Black Friday.
  • Categorias de Destaque: Roupas e Acessórios, Beleza e Perfumaria, Eletrodomésticos e Celulares.

Black Friday 2023 categorias desejadas

Pesquisa Antecipada

 Outro fato curioso é que, de acordo com o Google, os consumidores já estão começando a pesquisar as  ofertas mais cedo do que nunca. Isso significa que as estratégias de marketing pré-Black Friday, para trabalhar antecipação como aquelas prévias de ofertas e campanhas de conscientização na galera, podem ser poderosas demais.

Aqui vai um dado que não dá pra ignorar: 91% dos compradores fazem uma busca online antes de se jogar nas compras da Black Friday. E olha só, alguns produtos têm compras mais definidas que outros. Por exemplo, roupas e acessórios são adquiridos meio que na dúvida em 43% das vezes, enquanto os celulares, por outro lado, são uma escolha mais clara em 79% dos casos.

Baseados nas buscas, os consumidores já até escolheram a marca e o lugar onde pretendem comprar. Entender esse comportamento de navegação online é o que faz um investimento esperto em campanhas de anúncios se tornar ouro na Black Friday.

Principais categorias desejadas

Apesar de a economia ser sempre bem-vinda,  é interessante notar que o comportamento do consumidor na Black Friday está evoluindo. Enquanto o preço baixo ainda é importante, as pesquisas indicam que outros fatores estão ganhando destaque nas decisões de compra.

Em segundo lugar, a qualidade dos produtos tornou-se um critério importante, seguida pela confiabilidade da loja, site, aplicativo, bem como o tempo de entrega e o custo do frete. Fábio Garcia, líder do segmento de varejo do Google Brasil, compartilhou sua visão: "Já não se trata apenas de comprar barato; trata-se de escolher com qualidade e confiança."

Black Friday 2023: Itens Desejaveis

Personalização e Experiência do Cliente:  “Para cada consumidor, há uma Black Friday.”

Gleidys Salvanha, Diretora de Negócios para o Varejo do Google Brasil, destaca a importância de reconhecer que, em um mercado altamente competitivo, os varejistas devem ajustar seu foco de promoções em massa para direcionar as ofertas ao público certo. Ela também enfatiza que as jornadas de compra não seguem mais um caminho linear, mas são compostas por vários pontos de contato, um conceito que ela chama de "full journey".

Desde sua criação em 1924 por William W. Townsend, o funil de vendas tem sido um modelo amplamente adotado. No entanto, após quase um século, este formato já não consegue abranger toda a complexidade do comportamento dos consumidores. Hoje, a jornada de compra tornou-se mais intencional, imprevisível e longe de seguir uma trajetória linear.

Em vez de se assemelhar a um funil, as interações dos consumidores se aproximam mais da imagem apresentada abaixo, revelada no estudo "Decodificando o meio do caminho confuso", realizado pelo Google em colaboração com The Behavioural Architects:

Inteligência artificial e Black Friday

A Inteligência Artificial (IA) também desempenhará um papel fundamental na Black Friday de 2023. Muitos varejistas estão recorrendo a soluções baseadas em IA para aprimorar suas campanhas. A IA pode ajudar a sugerir conteúdo relevante, melhorar algoritmos de busca e oferecer resultados de pesquisa mais precisos. O Google também está lançando um novo recurso no Google Shopping a partir de outubro, que permitirá aos consumidores identificar produtos com frete grátis, entrega rápida e devolução gratuita. Isso pode ser uma vantagem significativa para os varejistas que desejam destacar suas promoções. O valor do frete é um dos principais fatores que os consumidores consideram ao decidir onde comprar um produto.

 

Com essas informações e as últimas novidades, você pode se preparar estrategicamente para a Black Friday de 2023, garantindo que suas estratégias estejam alinhadas com as expectativas e o comportamento dos consumidores. Use esses insights valiosos e faça da sua Black Friday um sucesso!

Voltar para o blog

contato

Projetos

Envie o máximo possível de detalhes, assim podemos entender o tipo de projeto e avaliarmos se podemos ajudar.

Vagas

Estamos contratando. No link abaixo você pode enviar seu perfil, currículo e portfolio.

Redes Sociais